5 dicas para conseguir casas perfeitas para fazer show

É preciso passar por estádios de futebol, com milhares de fãs, a cada cidade que se visita para se fazer uma turnê? Pense pequeno e lucre grande: o Blog CD Baby te ensina cinco passos para fazer turnês caseiras com a ajuda de fãs (ou de amigos)

show3-300x300Então você decidiu fazer seu primeiro show na casa de alguém.

Primeiro de tudo: faça! Fazer uma turnê em casas foi o modelo de apresentação mais recompensador que eu encontrei como artista. Ganhei mais fãs, mais dinheiro e ganhei mais lembranças inesquecíveis durante os dois últimos verões, em que excursionei por casas alheias, do que com qualquer outra turnê “de verdade” que eu já tenha feito.

Então, por onde começo? Como achar pessoas para sediar esses incríveis shows caseiros que você fará? É um assunto que abordo com profundidade no meu livro, e aqui vão umas dicas iniciais que eu aprendi marcando meus últimos 150 shows caseiros:

1. Faça shows caseiros com doações.

A não ser que todos seus fãs sejam médicos ou advogados, eles provavelmente não têm dinheiro extra sobrando pelos cantos, para bancar um show privê em suas casas. Mas se você estruturar o evento como um show feito com doações, daí você consegue lucrar na coletividade dos convidados, que vão depositar um pouco cada um no chapéu que você vai passar pela plateia depois que você os deixou abismado com um show maravilhoso.

Isso também significa que, quando estiver avisando ao mundo que está a fim de fazer shows caseiros, pode dizer que não custará nada de primeira para quem quiser ceder sua casa para você fazer um show. Ao saberem que eles não vão ter de abrir o cofre para te receber, você vai receber muito mais respostas de possíveis donos de casa se oferecendo para sediar seu show.

2. Transmita sua mensagem para longe.

Mande uma mensagem para sua lista de e-mails e poste no Facebook, Twitter, Instagram e em qualquer outro lugar em que tenha conexão com as pessoas. Diga a todos que você tem uma ideia muito legal para um evento, mas que precisará da ajuda deles para que role. E, depois que tiver mandado todas as mensagens, mande mais mensagens. Lembre-se que e-mails para listas só são abertos por cerca de 15% de quem os recebe, em média, e que um post no Facebook só pode ser visto por cerca de 10% dos seus seguidores. Então seja (graciosamente) persistente em transmitir sua mensagem para todo lugar. Não tenha medo de pedir – você vai se surpreender com quão felizes seus fãs vão ficar em poder te ajudar e fazer algo único e maravilhoso com você.

3. Comece com seus amigos e família.

Se você não tem um grupo representativo de fãs para o qual apelar, então comece pedindo aos amigos e aos familiares para que eles acolham seu show. Eu fiz shows caseiros na casa da minha mãe, na casa do meu pai e na casa de dois tios. Se você tem uma dose de orgulho que te impede de pedir para tocar na casa de família ou de amigos, você tem de superar isso, e já. Essas são as pessoas que mais te amam, e elas podem ser uma ótima fundação sobre a qual construir um grupo de pessoas que se tornará seus fãs inveterados.

4. Ache espalhadores da palavra.

A qualidade mais importante para qualquer anfitrião que vai receber o seu show é que ele esteja animado para compartilhar sobre você e sobre sua música com amigos. No modelo com que bolo meus shows, toda a plateia está lá a convite do anfitrião, então dá para ter uma ideia de quanto essa figura é importanta. Além do mais, se todas as pessoas que vão ao show receberam uma resenha bem positiva do seu som, passada pelo dono, então você está meio caminho andado no trabalho de angariar novos fãs antes mesmo de tocar uma nota.

5. Pegue endereços de e-mail nos seus shows caseiros.

Quando você deixou impressionada uma sala inteira cheia de pessoas com seu show único e ótimo, haverá pelo menos algumas pessoas desse grupo pensando, “Quem dera ter um show desses na MINHA casa”. E da próxima vez que você mandar um e-mail para a sua lista, avisando que está disponível para shows caseiros, eles verão que é sua oportunidade e você será beneficiado por uma legítima viralização dos seus fãs.

———-

Estou bem animada com compartilhar os métodos que desenvolvi com as turnês caseiras que fiz, porque gosto muito de ajudar outros artistas independentes a crescer em suas carreiras, cada um no seu ritmo, de um jeito sustentável e agradável.

###

Shannon Curtis é uma artista independente que mora e grava em Los Angeles. Seu novo livro, “No Booker, No Bouncer, No Bartender: How I Made $25K On A 2-Month House Concert Tour (And How You Can Too)”, está disponível em todas as livrarias virtuais, e também numa versão impressa em shannoncurtis.net.

 

 

2 Comentários

  1. jweytingh@oi.com.br'
    by jorge egbert on Maio 2, 2014  21:23 Responder

    Muito boa a idéia e o formato de trabalho apresentado.
    Se junto ao artísta estiver uma pessoa que possa agilizar esses procedimentos na internet, as possibilidades são muito boas de sucesso!

    Parabéns.

    Jorge Egbert
    Pres. da Associação dos Músicos - Vitória - ES - Brasil
    Gestor da Banda Os Jotas (https://www.facebook.com/GrupoOsJotas?ref=hl )

  2. Lucasrodrigues2017@gmail.com'
    by Lucas Rodrigues de Almeida on janeiro 14, 2018  12:52 Responder

    Quero ser canto

Comente

Seus email não será publicado.