12 Tipos de Vídeos para Promover sua Música no YouTube

Não tem grana para fazer um vídeo tipo os do Naldo, com praia e dançarinos? Quem se importa: o Blog CD Baby te dá 12 nada bregas opções de como fazer vídeos legais, rápidos e baratos para colocar no YouTube.

Screen-shot-2011-08-05-at-2.59.44-PM-300x198Por Chris Robley

Você não tem de ter um orçamento gigante ou a genialidade visual de um Michel Gondry. Tecnologia barata para captação e edição agora permite que artistas que gerenciam sua própria carreira sejam criativos na hora de produzir conteúdo para  YouTube, Vimeo, blogs etc. Aqui vão 12 diferentes modelos que você pode usar:

1. O vídeo clássico – Cê sabe, que nem o Michael Jackson em “Thriller”.  Esse ttipo é qualquer vídeo encenado, com roteiro, figurino, atores e figurantes e o uso da versão da música que está no CD.

2. Filmagens de shows ao vivo – É exatamente como soa: um vídeo de você tocando uma música ao vivo ou  trechos diferentes de uma turnê. Pode ser filmado profissionalmente como em  “The Last Waltz”, sobre a banda The Band, ou mesmo feito com a câmera do seu novo iPhone.

3. Shows delivery – Um videoclipe no estilo guerrilha, que recebe seu nome dos Take-Away Shows filmados por Vincent Moon para La Blogothèque. Pense neles como gravação em campo. Sua banda vai para um local estranho (estranho, no caso, é longe do seu espaço habitual de ensaio, do seu palco ou do seu estúdio) e toca para a câmera, para os transeuntes, para quem quer que seja. E a intenção é geralmente captar toda a apresentação em uma tomada só.

4. Entrevistas –  Fãs amam ouvir sobre o que te inspirou para fazer cada música, o sentido por trás das letras, a química da banda, os dramas, as loucuras…então dê isso a eles Convença um conhecido a te entrevistar, ou se entreviste a você mesmo (como fazem  David Byrne e Cee-lo Green)!

5. Mini-documentário– Documente a história da sua banda. Ainda não tem muita história para contar? Então faça um mini-documentário muito curto. As pessoas não tem mais capacidade de prestar atenção por muito tempo hoje em dia, mesmo.

6. Press kit em vídeo – Um filmete rápido (de 1 a 5 minutos) que venda a história da sua banda, seu álbum ou conquista mais recente ou conte sobre uma turnê que vem por aí. Você deve incluir todas as informações essenciais que um jornalista deve saber antes de escrever sobre você no papel, em revistas ou em blogs.

7. Cenas de bastidores – Todos amamos dar uma olhadinha no processo criativo. Mantenha seus fãs satisfeitos mostrando a eles lampejos dos bastidores, de você compondo, gravando bolando pôsteres, consertando seu equipamento, comendo no seu carrinho de cachorro-quente predileto ou ensaiando. Esses vídeos podem ser bem curtos e informais. Frequência (grande) é mais importante do que vídeos bacanudos, neste caso.

8. Ponha suas canções no YouTube com um slide show – Coloque um slide show de fotos às gravações que fez no estúdio e as poste na rede, para que fãs possam “ouvir” suas músicas no YouTube. Não está com tempo para fazer um slide show luxuoso? Só ponha a capa do CD, os nomes da banda e do disco, o título da canção e o endereço do seu site.

9. Incentive fãs a fazerem covers das suas músicas – Por que não? Se funcionou até para o Steve Winwood! Quem sabe o Justin Bieber da próxima geração não canta uma música sua na sala dele, para milhões de fãs adolescentes?

10. Ferramentas de Animação – O YouTube tem alguns opções de ferramentas de animação fáceis de usar e que são de graça. Use uma dessas ferramentas para fazer uma arte bacana para a festa de lançamento do seu CD.

11. Imagens de arquivo – A cineasta Kristiana Weseloh fez um videoclipe para munha banda THE SORT OFs usando apenas imagens gratuitas do Arquivo Nacional americano. Se você tem competências para editar vídeos, essa é uma ótima opção quando você quer criar um vídeo rápido e barato.

12. Vídeo-canções – Vídeo-canções, popularizadas pelo Pomplamoose, são vídeos de música que mostram cenas reais da gravação da canção, como se fosse uma experiência unificada. Você ouve a canção finalizada, mas todos os visuais são das faixas sendo gravadas e editadas, colocados juntos num ritmo acelerado para manter as coisas interessantes.

Eu esqueci algum tipo? Provavelmente sim. Se você obteve sucesso usando qualquer um desses métodos no YouTube, ou se experimentou algo que não mencionei aqui, por favor fique à vontade para comentar na seção aqui embaixo e para postar o link do seu vídeo.

E para mais dicas de como maximizar sua música no YouTube, baixe nosso guia gratuito de YouTube para músicos:

YouTube Guide

 

3 Comentários

  1. iolandofagundes@gmail.com'
    by Iolando Fagundes on julho 3, 2019  07:15 Responder

    Seria interessante colocar exemplos desses tipos de vídeos.

    • erikap@cdbaby.com'
      by Erika Parr on julho 3, 2019  09:32 Responder

      Oi Iolanda! Tudo bem? Agradecemos a sua sugestão! Vamos tentar preparar algo mais atual e assim colocamos mais exemplos. Fique ligada! :) Tudo de bom

  2. onadaabsoluto@gmail.com'
    by Rodolfo Boccia on julho 31, 2019  20:44 Responder

    Muito boas, inspiradoras e bem humoradas essas dicas! Experimentei 3 delas!
    https://youtu.be/xLtrxplRUSk
    https://youtu.be/GJqm0OQ3ypg
    https://youtu.be/Ssq4G6Mu_vM

Comente

Seus email não será publicado.