Siga estes passos para entrar em uma playlist no Spotify!

Não há segredo, nem mistério nem mágica, para entrar em uma playlist no Spotify. Mas sim, um processo.

Hoje em dia, um dos fatores mais interessantes para qualquer artista é conseguir entrar em uma playlist editorial no Spotify, mas por não entenderem o processo, muitos artistas acreditam que entrar em playlist é quase impossível, a não ser que você tenha “contatos” ou pague por isso. Nada disso é verdade (NUNCA PAGUE PARA ENTRAR EM PLAYLIST).

Então, vamos aos passo, na prática?

  1. Ative e atualize seu perfil de artista no Spotify:

A primeira coisa que você deve fazer, para poder entrar em uma lista de reprodução no Spotify, é solicitar acesso – se ainda não o tiver – à sua conta do Spotify para Artistas. Se você usar a CD Baby para enviar sua música para o Spotify, terá acesso para reivindicar seu perfil do Spotify usando nossa ferramenta Spotify para Artistas em seu painel na conta da CD Baby (Ferramentas e Promoções → Ferramentas → Solicitar acesso ao Spotify para Artistas) Isso verificará seu perfil de artista na plataforma e permitirá que você edite seu perfil.

Saiba tudo sobre o spotify for artist.

Depois de ter acesso, você deve atualizar todos os seus dados se quiser ser considerado para entrar nas listas de reprodução. Tenha certeza de :

Adicione uma foto de perfil

Anexar uma foto no cabeçalho

Digitar sua biografia (veja como escrever uma biografia que vá se destacar).

Adicionar fotos à galeria

Conecte suas redes sociais

Use a função “escolha de artista” (veja como aqui)

  1. Faça o Pitch no Spotify for Artist

Em primeiro lugar, o que é um pitch? Pitching no mundo playlist significa recomendar ou tornar sua música conhecida para os editores. É dar a eles o máximo de informações possível sobre sua música, desde o gênero até a inspiração por trás de cada letra. Por isso é uma parte muito importante deste processo, portanto, escreva um bom texto de pitch!

Desde 2018, o Spotify permite que todos os artistas façam esse argumento de venda a partir de seu aplicativo ou site do Spotify for Artist. Você só precisa preencher o formulário que eles apresentam a você. Recomendo não pular nenhuma seção, pois quanto mais informações você compartilhar com eles, mais oportunidades terá de ser ouvido.

Algumas dicas importantes e informações relevantes:

  • De preferência, preencha o formulário em inglês.
  • Você DEVE fazer tudo isso ao menos uma semana antes de sua música ser lançada, para o som que você está lançando poder entrar nas playlists algorítmica de seus seguidores. Mas… o que é uma playlist algorítmica?

No Spotify, existem diferentes tipos de playlists: editorial, editorial algorítmica e algorítmica.

Algorítmica: playlists personalizadas para seus seguidores, significa que sua música entrará no Descobertas da Semana, Radar de novidades, Daily Mix, etc. Daqueles que seguem você ou que seguem artistas semelhantes a você.

Algorítmico-personalizado: essas listas são selecionadas editorialmente, mas variam para cada usuário, dependendo de seus gostos. Ou seja, você e um amigo podem ter muitas das mesmas músicas ao ouvir uma dessas listas de reprodução e muitas outras serão diferentes. A ordem das músicas na lista também pode variar.

Editoriais: As músicas da lista são selecionadas pelos editores especializados do Spotify em cada região.

  1. Seja consistente e colabore com outros artistas

As primeiras tentativas de pitch podem não funcionar. Mas não desista, continue tentando.

É muito importante ter um planejamento de lançamento para que a equipe editorial do Spotify comece a notá-lo. Outra opção que pode trazer bons resultados é colaborar com artistas que tenham mais experiência na área musical.

Leve em consideração que, se você é um artista iniciante, ou emergente, não é conveniente tentar entrar em uma playlist grande e extremamente competitiva. Por exemplo, se sua música é pop e você é um artista emergente, não quer competir na mesma lista de reprodução com alguém como Dua Lipa, Ariana Grande ou Justin Bieber. Entrar em uma lista de reprodução é a parte “fácil”, mas permanecer é a parte complicada. Cada vez que sua música entra em uma lista, ela estará competindo com as outras músicas dentro dela. O ideal é ter uma “skip rate”(taxa de pulos) baixa (para que as pessoas não pulem sua música). Dessa forma, a “classificação” da sua música será mais alta e é mais provável que ela passe para uma lista maior e assim por diante.

O Spotify oferece muitas ferramentas úteis para artistas, incluindo histórias de como vários artistas conseguiram escalar de uma lista de reprodução para outra. Você pode encontrar as informações em https://artists.spotify.com/

 

Boa sorte!