Press release: Programa de distribuição de royalties CD Baby Sync Licensing paga US$1,2 milhão a artistas independentes

Sabia que o YouTube em breve deva lançar um sistema de assinaturas que pagará para quem tiver músicas sendo ouvidas (e vistas)? Pois o CD Baby já sabe e está pronto para te ajudar a lucrar: só no último quadrimestre de 2013, a distribuidora pagou mais de R$ 1 milhão a artistas independentes que tiveram sua música usada no YouTube. E é só o começo. Vem saber mais

shutterstock_29874241-300x205Por Chris Robley

O pagamento do último quadrimestre de 2013 mostra aumento na monetização do YouTube a músicos independentes

A CD Baby, possivelmente a maior distribuidora de música independente do mundo, que trabalha com mais de 300.000 artistas, anunciou que pagou o valor recorde de US$400.000 (mais de R$ 1 milhão) em royalties a artistas envolvidos no programa CD Baby Sync Licensing no quarto quadrimestre de 2013. Isso significa um aumento de 70%, se comparado com o quadrimestre anterior, ou de 150%, se comparado com o mesmo período de 2012.

Com esse valor, o total que a CD Baby pagou em royalties de sincronização é catapultado para mais de US$1.2 milhão (mais de R$ 2,5 milhões).

“Esse é só o começo”, diz  Kevin Breuner, diretor de marketing da CD Baby. “Já passou de ‘dinheiro achado’; isso é uma fonte de renda legítima. Quando o YouTube começar seu serviço de  ‘streaming’ isso vai crescer exponencialmente. Nós fizemos um teste, colocando subsistemas de vídeos feitos a partir das artes dos CDs nos vídeos do YouTube. EM alguns dias, tínhamos mais de 50.000 views e centenas de assinaturas nos canais. Isso é enorme. Ainda nem começamos a usar as possibilidades.”

Ainda que as manchetes dos veículos de imprensa do mercado tenham focado em ações de Spotify, Pandora e iTunes Radio, é o YouTube que se tornou o destino de escolha para os jovens e adolescentes atrás de “streaming’. Ele já é maior que Sirius XM, Spotify e Pandora juntos e, diferentemente dos outros serviços, o YouTube já opera com lucro. Em breve eles lançarão seu serviço de assinaturas para “streaming” de música.

O serviço CD Baby’s Sync Licensing conecta o enorme catálogo de música com milhões de criadores de vídeos online. Artistas que entram no programa de Licensing são pagos com cotas do lucro de licenciamento; é um jeito de colocá-los em contato com oportunidades de terem sua música usada por todos os usuários do YouTube e de vários outros aplicativos em que se coloca trilha sonora em vídeos. Mais de 15 milhões de vídeos foram criados usado músicas da CD Baby.

É um método perfeito para artistas se aproximarem dos seus fãs, que são encorajados a criarem vídeos usando a música desse artista. Alguns grupos promovem concursos que dão aos fãs a chance de criar o videoclipe oficial para uma música, e há uma cultura grande no YouTube de fãs remixando música de seus artistas prediletos.

“Há tanto uso de música que a ainda se monetarizar”, diz Breuner. “Ainda que possa parecer que com a chegada de centenas de apps o YouTube tenha virado velharia, vale apontar o fato de que há muito conteúdo sendo criado e há dinheiro para artistas ganharem monetarizando esse conteúdo. Este é só o começo da monetarização do conteúdo gerado pelo consumidor. Nós estamos na vanguarda disso. As categorias no prêmio YouTube Music Awards do ano passado apontavam para tendências que envolviam fãs. Não tinham nada a ver com vendas ou com posição nas paradas de sucesso, mas com o quão bem uma música foi em redes sociais. Houve até um prêmio para a Música Mais Remixada por Fãs. Isso tudo aponta para um novo tipo de sistema musical.”

Os dias de restringir o uso de conteúdo acabaram. Agora os artistas estão encorajando conteúdo gerado pelo consumidor, para que fãs criem e façam upload de vídeos que usem suas músicas. Esse pagamento recorde é apenas o começo para os artistas independentes.

“No passado, os artistas esperavam até que o fã fizesse a compre”, observa Breuner. “Agora, há valor em o que seus fãs fazem com a música no espaço social. Artistas estão recebendo dinheiro por coisas que não são só fazer e lançar um álbum. São as coisas que as pessoas estão fazendo online com sua música que estão gerando renda. Há valor monetário em como os fãs vão interagir com sua música. Não importa como a música de um artista acaba no YouTube, nós somos capaz de monetarizar para eles. O Google é a ferramenta de busca número um. O YouTube é a número dois. E os dois são propriedade do Google. Uma vez que o propagandeado serviço de assinaturas do YouTube começar, o jogo vai mudar e os pagamentos vão decolar.”

—-

Ganhe dinheiro com a SUA música no YouTube hoje!

E confira nosso post “As 5 Dicas Top Para Promover seu Videoclipe bem no YouTube

Ou baixe nosso guia GRÁTIS de como ganhar dinheiro no YouTube:

YouTube Guide

2 Comentários

  1. ehldkx@gmail.com'
    by Authentique New Balance Hommes on outubro 10, 2015  11:40 Responder

    Hey there! I know this is somewhat off topic but I was wondering which blog platform are you using for this website? I'm getting sick and tired of Wordpress because I've had issues with hackers and I'm looking at alternatives for another platform. I would be fantastic if you could point me in the direction of a good platform.

    • by Marcos Chomen on outubro 28, 2015  17:59 Responder

      Hi! We use Wordpress.

Comente

Seus email não será publicado.