Momentos Históricos do Rock Nacional

Para nós que gostamos desse estilo fica até difícil escolher melhores momentos ou melhores músicas, no meio de tanta variedade e qualidade não é mesmo? Mesmo assim fizemos um grande esforço de reportagem para reunir pra vocês alguns momentos históricos do nosso rock nacional.

momentos históricos do rock nacional

Ah o Rock….para nós que gostamos desse estilo fica até difícil escolher melhores momentos ou melhores músicas, no meio de tanta variedade e qualidade não é mesmo? Mesmo assim fizemos um grande esforço de reportagem para reunir pra vocês alguns momentos históricos do nosso rock nacional, é sempre importante conhecer pelo menos um pouco do passado para dar o devido valor a tantos momentos e nomes ímpares na estrada do rock nacional.

Como já vimos em outros artigos do nosso blog, o mundo da música já mudou muito ao longo do tempo, grandes A&R de gravadoras escolhiam os melhores artistas, gravadoras faziam contratos milionários que incluíam gravações de discos, a mudança para o CD, a mudança para o Streaming, a indústria da música está em constante movimento mas se pudéssemos eleger um clássico que nunca sai de moda, esse definitivamente seria o Rock.

Não deixe de ler nosso artigo sobre Streaming aqui.

Jovem Guarda

Se você é jovem demais para lembrar desse movimento, não se preocupe, pois vamos explicar bem direitinho…A Jovem Guarda foi um dos maiores movimentos culturais do Brasil na década de 60. Esse movimento que surgiu no meio da década, viria a revelar grandes nomes da nossa música como Erasmo Carlos, Wanderléia e o grande Roberto Carlos. Pode até parecer estranho para os mais novos relacionar Roberto Carlos ao gênero Rock and Roll mas todo esse movimento que uniu comportamento, moda e música tinha o Rock como sua maior influência, ditando uma nova linguagem para a juventude do Brasil dos anos 60.

momentos históricos do rock nacional

Erasmo Carlos, Wanderléia e o grande Roberto Carlos

Além de composições originais com temas como paixões adolescentes e amor, o movimento contava ainda com algumas versões de hits do rock britânico e norte-americano. Com essa influência tão forte a Jovem Guarda foi o primeiro movimento nacional a unir a música brasileira ao fenômeno mundial do Rock. Vale lembrar que os Beatles estavam fazendo muito sucesso nessa mesma época em todo o mundo.

A Jovem Guarda teve ainda como integrantes outros grandes nomes da nossa música como Tim Maia (que teve composições gravadas por Erasmo e Roberto), Ronnie Von, Jerry Adriani, Reginaldo Rossi, Sérgio Reis e Jorge Ben Jor, entre outros.

As Criações dos Anos 70

Apesar de ser considerado como música popular brasileira, o disco “Acabou Chorare” lançado em 1972 pela Som Livre é um dos clássicos da música brasileira e conta com grandes influências do rock, principalmente através das guitarras de Pepeu Gomes. Ainda nos anos 70 tivemos o surgimento do grande nome Raul Seixas, que fez uma incrível apresentação no Festival Internacional da Canção de 1972 o que lhe rendeu um contrato com a gravadora Phillips, Raul veio a se consolidar como ídolo nacional 2 anos depois com o disco “Gita”.

Momentos históricos do Rock Nacional

Raul Seixas Canta “LET ME SING, LET ME SING” com os Lobos no VII FESTIVAL INTERNACIONAL DA CANÇÃO POPULAR

Anos 80 e o Auge do Rock Nacional

Sem dúvida uma das épocas mais prolíficas para o Rock n Roll no Brasil e no mundo, os anos 80 foram recheados de mudanças sociais e boa música, a época foi marcada pela explosão do rock brasileiro, e isso foi extremamente relacionado ao momento vivo pelo país, uma transição entre ditadura e democracia que era o ingrediente necessário para gerar letras liberais e de contestação, reflexões sobre aquela realidade. O sentimento geral era uma mistura de revolta com patriotismo. Dessa vez os músicos tinham mais liberdade do que seus antecessores que sofreram com a censura, como na Tropicália por exemplo. O conteúdo das letras primava pela liberdade de expressão, e começou a ser possível notar que as diversas bandas de diferentes regiões do país tinham suas características específicas:

Do Rio de Janeiro, surgiram bandas como a “Blitz” com uma temática um pouco mais suave e romântica e o “Paralamas do Sucesso” com fortes influências de SKA e Reggae, aliados a letras de contestação política, e o Barão Vermelho, liderado por Frejat e Cazuza que viriam a se tornar grandes nomes do rock e da música nacional. Além destes a capital carioca ainda teve Lobão e Kid Abelha entre outros.

momentos históricos do rock nacional

Barão Vermelho foi fundada em 1981, na cidade do Rio de Janeiro

Já na capital paulista como não poderia deixar de ser, a temática forte era o caos da grande cidade. Em são surgiram grandes nomes como Titãs, Ultraje a Rigor, que inclusive teve destaque com o “Nós Vamos Invadir sua Praia” em 85, uma clara provocação às bandas do Rio; e outras como RPM e Ira!, todos clássicos da nossa música até os dias de hoje. Pelo lado mais punk rock tivemos ainda o surgimento de bandas como o Ratos de Porão, liderado por João Gordo.

Momentos Históricos do Rock Nacional

A banda Ratos de Porão também foi formada no ano de 1980

Um grande movimento aconteceu também em Brasília, um local bem específico com poucas atividades para a juventude local, em sua maioria filhos de políticos e diplomatas, que gerou incríveis bandas como o Aborto Elétrico que depois se tornaria o fenômeno Legião Urbana, a banda Plebe Rude e o Capital Inicial liderado por Dinho Outro Preto.

Bandas da região sul como Engenheiros do Havaí e Nenhum de Nós também ganharam espaço no cenário nacional nessa época.

Rock in Rio (1985)

Não poderíamos deixar de falar do maior festival brasileiro e que figura entre os maiores festivais de música do mundo, criado pelo empresário Roberto Medina, o festival teve sua primeira e histórica edição em 1985 entre 11 e 20 de janeiro. O local ficou conhecido como “Cidade do Rock” e contava com o maior palco do mundo, além de infraestrutura para atender a quase 1,5 milhão de pessoas – equivalente a cinco festivais de Woodstock.

momentos históricos do rock nacional

Programação do Primeiro Rock in Rio – 1985

Em sua primeira edição o festival contou com apresentações de Barão Vermelho, Os Paralamas do Sucesso, Ivan Lins e Pepeu Gomes, que dividiram o palco com outros grandes nomes como Queen, AC/DC, Scorpions e Iron Maiden que se apresentaram para um incrível público de 1.38 milhões de pessoas durante 10 dias de festival.

O Festival se tornou internacional e continua tendo edições marcantes em diversos países até os dias de hoje, unindo grandes nomes da música nacional e internacional.

A MTV e o poder do Videoclipe

Se nos anos 80 tivemos um grande momento no rock nacional e mundial, nos anos 90 tivemos uma divulgação muito importante da música através dos videoclipes, a MTV reinou soberana durante um bom tempo, divulgando bandas e músicas já consagradas e ao mesmo tempo revelando novos hits, entre esses podemos citar o clipe da música “A Minha Alma” da banda O Rappa, o acústico MTV do Capital Inicial, entre tantos outros clássicos promovidos pela emissora, além disso programas de entretenimento como o Rock Gol – que era basicamente um campeonato de futebol com times formados por bandas, com baixo nível técnico no esporte –  fizeram muito sucesso ao juntar bandas famosas e novos talentos na programação.

É claro que fica muito difícil citar todos os momentos importantes em um único artigo, então com certeza alguns movimentos igualmente importantes ficaram de fora, fique à vontade para comentar sobre aquele momento especial que não entrou neste artigo, mas que é tão importante quanto os períodos e fatos que mencionamos!


 

[hana-code-insert name=’Newsletter Sign-up’ /]

Comente

Seus email não será publicado.