Mais de 50 artistas que usam ou usaram a CD Baby foram indicados ao Grammy 2020

É nóis no Grammy! 50 artistas que usam ou usaram a CD Baby pra distribuir seu som foram indicados ao prêmio mais importante da música!

É nóis no Grammy! 50 artistas que usam ou usaram a CD Baby pra distribuir seu som foram indicados ao prêmio mais importante da música!

Por Greg Majewski

Os artistas da CD Baby continuam fazendo bonito nos Grammys.

A CD Baby viu 18 dos nossos artistas serem indicados ao Grammy Latino no mês passado (a gente já vai falar mais sobre o sucesso deles na cerimônia), e nossos artistas estão se dando bem também no Grammy dos EUA.

Mais de 50 artistas que usam ou já usaram a CD Baby foram indicados em dezenas de categorias.

É a desmonstração perfeita do escopo do talento e da ambição dos nossos artistas, mas não é só isso. Também mostra a maravilha que é a diversidade da música independente. De grupos de jazz a música infantil, passando por música clássica e sons de raiz, a CD Baby representa a todos. Mas não é hora de falar sobre a gente. Vamos dar parabéns para as verdadeiras estrelas: os nossos artistas!

A CD Baby anuncia com orgulho que é a distribuidora desses álbuns indicados ao Grammy 2020, listados aqui por categoria:

  • David Arkenstone: Fairy Dreams (Best New Age Album, ou Melhor Álbum de New Age)
  • Mike Holober: Hiding Out (Best Large Jazz Ensemble Album, ou Melhor Álbum de Jazz por um conjunto numeroso)
  • Brian Lynch: The Omni-American Book Club, Crucible for Crisis (Best Large Jazz Ensemble Album, ou Melhor Álbum de Jazz por um conjunto numeroso)
  • Jon Samson: Ageless Songs for the Child Archetype (Best Children’s Album, ou Melhor Álbum Infantil)
  • Alphabet Rockers: The Love (Best Children’s Album, ou Melhor Álbum Infantil)
  • Vince Mendoza: Love, A Beautiful Force (Best Instrumental Composition /Best Arrangement, Instrumental or A Cappella, ou Melhor Composição Instrumental, Melhor Arranjo Instrumental ou A Cappella)
  • Emilio Solla Tango Jazz Orchestra: La Novena (Best Arrangement, Instrumental or A Cappella, ou Melhor Arranjo Instrumental ou A Cappella)
  • Voces del Bullerengue: Anonimas & Resilientes (Best Recording Package, Melhor Embalagem de Álbum)
  • The Muddy Basin Ramblers: Hold that Tiger (Best Recording Package, ou Melhor Embalagem de Álbum)
  • A Bad Think: The Savior (Best Immersive Audio Album, Melhor Álbum de Áudio Imersivo)

E parabéns também aos seguinte artistas, que usaram a CD Baby para distribuir outros álbuns, e também foram indicados ao Grammy 2020 –listados por nome do projeto e por categoria

  • Theo Croker: Star People Nation (Best Contemporary Instrumental Album, ou Melhor Álbum Instrumental Contemporâneo)
  • BONES (UK): Pretty Waste (Best Rock Performance, ou Melhor Apresentação de Rock)
  • Rival Sons: Too Bad, Feral Roots (Best Rock Performance / Best Rock Album, ou Melhor Apresentação de Rock e Melhor Álbum de Rock)
  • PJ Morton: Paul (Best Traditional R&B Performance / Best R&B Song / Best R&B Album, ou Melhor Apresentação de R&B Tradicional, Melhor Canção de R&B e Melhor Álbum de R&B)
  • Georgia Anne Muldrow: Overload (Best Urban Contemporary Album, ou Melhor Álbum de Música Urbana Contemporânea)
  • David Darling: Homage to Kindness (Best New Age Album, ou Melhor Álbum de New Age)
  • Peter Kater: Wings (Best New Age Album, ou Melhor Álbum de New Age)
  • Melissa Aldana: Elsewhere (Best Improvised Jazz Solo, ou Melhor Álbum de Jazz Improvisado)
  • Randy Brecker: Sozinho (Best Improvised Jazz Solo, ou Melhor Álbum de Jazz Improvisado)
  • Miguel Zenón: Sonero: The Music of Ismael Rivera (Best Latin Jazz Album, ou Melhor Álbum de Jazz Latino)
  • Jekalyn Carr & Travis Greene: See the Light (Best Gospel Performance/Song, ou Melhor Apresentação de Gospel e Melhor Música de Gospel)
  • William Murphy: Settle Here (Best Gospel Album, ou Melhor Álbum de Gospel)
  • Joseph Habedank: Deeper Oceans (Best Roots Gospel Album, ou Melhor Álbum de Gospel Roots)
  • Tim Menzies: His Name Is Jesus (Best Roots Gospel Album, ou Melhor Álbum de Gospel Roots)
  • Flor de Toloache: Indestructible (Best Latin Rock, Urban or Alternative Album, ou Melhor Álbum de Rock Latino, Urbano ou Alternativo)
  • Luis Enrique: Tiempo Al Tiempo (Best Tropical Latin Album, ou Melhor Álbum Larino Tropical)
  • Francesco Turrisi: I’m on My Way (Best American Roots Performance, ou Melhor Apresentação de Roots Americano)
  • Missy Raines: Royal Traveller (Best Bluegrass Album, ou Melhor Álbum de Bluegrass)
  • Frank Solivan and Dirty Kitchen: If You Can’t Stand the Heat (Best Bluegrass Album, ou Melhor Álbum de Bluegrass)
  • Jontavious Willis: Spectacular Glass (Best Traditional Blues Album, ou Melhor Álbum de Blues Tradicional)
  • Robert Randolph & The Family Band: Brighter Days (Best Contemporary Blues Album, ou Melhor Álbum de Blues Contemporâneo)
  • Gregory Alan Isakov: Evening Machines (Best Folk Album, ou Melhor Álbum de Folk)
  • Rebirth Brass Band: Recorded Live at the 2019 New Orleans Jazz & Heritage Festival (Best Regional Roots Music Album, ou Melhor Álbum de Música Regional Roots)
  • Hans Zimmer: The Lion King (Best Score Soundtrack For Visual Media, ou Melhor Trilha Sonora para Produto Visual)
  • Vince Mendoza: Begin Again (Best Instrumental Composition, ou Melhor Composição Instrumental)
  • Vince Mendoza: Over the Rainbow (Best Arrangement, Instruments and Vocals, ou Melhor Arranj de Instrumentos ou Vocal)
  • Jan Kraybill: The Orchestral Organ (Best Immersive Audio Album / Best Classical Instrumental Solo, ou Melhor Álbum de Áudio Imersivo e Melhor Solo de Música Instrumental Clássica)
  • Kronos Quartet: Riley: Sun Rings (Best Engineered Album, Classical, ou Melhor Engenharia de Som em um Álbum de Música Clássica)
  • PUBLIQuartet: Freedom & Faith (Best Chamber Music/Small Ensemble Performance, ou Melhor ÁLbum de música de Câmara e Melhor Álbum de Grupo Pequeno)
  • Third Coast Percussion: Perpetulum (Best Chamber Music/Small Ensemble Performance ou Melhor ÁLbum de música de Câmara e Melhor Álbum de Grupo Pequeno)
  • Ted Nash: Bermel: Migration Series for Jazz Ensemble & Orchestra (Best Contemporary Classical Composition, ou Melhor Composição Clássica Contemporânea)

E parabéns para esses artistas, que usaram a CD Baby como distribuidora de álbuns anteriores, e cujos trabalhos mais recentes foram indicados ao Grammy 2020:

  • Lizzo: Cuz I Love You (Deluxe) (Album Of The Year / Best New Artist / Best Pop Solo Performance / Best R&B Performance / Best Traditional R&B Performance / Best Urban Contemporary Album, ou Álbum do Ano, Mehor Novo Artista, Melhor Apresentação Pop Solo, Melhor Apresentação de R&B, Melhor Apresentação de R&B Tradicional, Melhor Álbum Urbano Contemporâneo)
  • Maggie Rogers: Best New Artist, ou Melhor Artista Novo
  • Gary Clark Jr.: This Land (Best Rock Performance / Best Rock Song / Best Contemporary Blues Album / Best Music Video, ou Melhor Apresentação de Rock, Melhor Canção de Rock, Melhor Álbum de Blues Contemporâneo, Melhor Videoclipe)
  • Emily King: Scenery (Best R&B Song / Best Engineered Album, Non-Classical, ou Melhor Canção de R&B, Melhor Engenharia de Som em Álbum de Música Não-Clássica)
  • Sebastian Plano: Verve (Best New Age Album, ou Melhor Álbum de Música New Age)
  • Deva Premal: Deva (Best New Age Album, ou Melhor Álbum de Música New Age)
  • Joey DeFrancesco: In the Key of the Universe (Best Jazz Instrumental Album, Melhor Álbum de Jazz Instrumental)
  • Anat Cohen: Triple Helix (Best Large Jazz Ensemble Album, Melhor Álbum de Jazz de Grupo Grande)
  • Danny Gokey: Haven’t Seen It Yet (Best Contemporary Christian Music Performance/Song / Best Contemporary Christian Music Album, ou Melhor Apresentação de Música Cristã Contemorânea, Melhor Álbum de Música Cristã Contemporânea)
  • Sara Bareilles: Saint Honesty (Best American Roots Performance, ou Melhor Apresentação de Música Roots Americana)
  • Doyle Lawson & Quicksilver: Live in Prague, Czech Republic (Best Bluegrass Album, ou Melhor Álbum de Bluegrass)
  • Sugaray Rayford: Somebody Save Me (Best Contemporary Blues Album, ou Melhor Álbum de Blues Contemporâneo)
  • Caspar Babypants: Flying High! (Best Children’s Album, ou Melhor Álbum de Música Infantil)
  • The Okee Dokee Brothers: Winterland (Best Children’s Album, ou Melhor Álbum de Música Infantil)
  • Conspirare: The Hope of Loving (Best Choral Performance, ou Melhor Apresentação de Coro)

 

5 Comentários

  1. brendabzeni@gmail.com'
    by Brenda on dezembro 18, 2019  08:33 Responder

    Vocês fazem a inscrição para concorrer ao Grammy? Como funciona o processo?

    • erikap@cdbaby.com'
      by Erika Parr on dezembro 19, 2019  10:52 Responder

      Oi Brenda! Estamos trabalhando em um artigo completo somente sobre este assunto. Logo logo vamos postar. Um abraço!

  2. sopravideo33@gmail.com'
    by anna di giorgio on dezembro 23, 2019  05:10 Responder

    Senhores,
    Gostaria muito de gravar com a CD Baby, mas vocês não se interessam.
    Há 5 dias mandei um e-mail falando do que eu preciso e como vcs poderiam me ajudae e vcs ignorraram.
    Como trabalhar com alguem que nem fala conosco.


    EU PRECISO DE AJUDA. EU PRECISO FALAR COM ALGUEM. EU ESTOU CANSADA DE QUESTIONÁRIOS- EU PRECISO FALAR COM UM SER HUMANO. DÁ PRA ENTENDER?
    LEIAM MEU EMAIL ENVIADO HÁ 5 DIAS ,E RESPONDAM.
    OBRIGADA

    • erikap@cdbaby.com'
      by Erika Parr on dezembro 26, 2019  10:57 Responder

      Oi Anna, tudo bem? Nós aqui do blog não temos acesso a sua conta. A equipe de suporte ao artista vai te responder ao e-mail assim que possível. Se for algo mais urgente, basta ligar pra gente e um agente pode verificar a sua conta para te ajudar. Abaixo vou deixar o link com os horários e nosso número de telefone (grátis). Infelizmente aqui somente administramos o conteúdo do blog e ajudamos sempre que possível com informações gerais. Mas no seu caso, por favor entre em contato com o departamento adequado. Um abraço e um 2020 iluminado para você!https://support.cdbaby.com/hc/pt-br/articles/207701093-Contato-

  3. Pingback : Como músicos independentes podem concorrer ao Grammy | SomosMúsica

Comente

Seus email não será publicado.