Como uma artista independente está pagando seu aluguel com dinheiro do YouTube

Shannon Hurley nunca pensou que os vídeos que postava no YouTube fossem render nada, quanto mais o dinheiro que ela anda ganhando, suficiente para pagar o aluguel. Vem conhecer a história dela e tentar fazer igual no blog SomosMúsica

Screen-shot-2014-08-18-at-12.47.02-PM-1Por Chris Robley

A Shannon Hurley pensou que pudesse ganhar um dinheirinho quando se inscreveu no programa de licenciamento de sincronização CD Baby Sync Program há algum tempo – ela faz bastante coisa no YouTube e conseguiu construir um grupo fiel de fãs durante esses anos em que ela compõe e se apresenta.

Mas quando os pagamentos começaram a cair na sua conta, ela também quase caiu para trás com as quantias que estava ganhando, tudo isso só com um clique. “Foi tipo achar dinheiro”, ela diz.

Hurley é musicista em tempo integral e ter acesso a essa fonte de renda sem nenhum incômodo por isso foi ideal para uma artista na situação dela: 

“Isso me permite, como artista independente, a fazer licenciamento da minha música mais facilmente, mas ainda manter 100% do controle.Não imaginava que nem em 1.000 anos eu fosse ter dinheiro suficiente para pagar o aluguel! E esse é sempre o objetivo: permitir a artistas que continuem criando sua música.”

Shannon Hurley não está sozinha. Estamos mandando cada vez mais dinheiro para artistas com a renda de anúncios do YouTube, e isso está crescendo a cada mês. Se você já se inscreveu no programa CD Baby Sync, confira  essas dicas de como tirar o melhor proveito dele. Eu também decidi perguntar à Shannon como ela andava usando o YouTube para construir um fã-clube maior e dar passos adiantes na sua carreira.

Aqui vão os conselhos dela.

mainimage-2

Seis perguntas para Shannon Hurley sobre YouTube e promoção de música independente

1. Quão importante foi o YouTube na sua carreira, e o que ele te permite fazer, enquanto artista?

Eu acho que todos os artistas deveriam marcar presença no YouTube. Seja postando vídeos das suas músicas, com letras, “covers” em versão acústica ou os vídeos “oficiais” mesmo, você está permitindo que as pessoas encontrem sua música de um jeito orgânico. Expor sua imagem para o mundo dá mais oportunidade para os fãs te conhecerem como artista. Eu cresci como parte da geração “MTV”, então video e música sempre estiverem interconectados para mim. No meu ponto de vista, o Youtube funciona para fãs que já me conhecem e querem saber um pouco mais de mim, saber qual é a minha, ou estão dispostos a conhecer mais canções.

2. Você incentive outras pessoas a usarem sua música nos seus vídeos de YouTube?

Eu não encorajo as pessoas a usarem minhas músicas em seus vídeos ativamente, mas fico contente que isso esteja acontecendo. Em 2008, quando eu fiz um concurso no CCMixter.org para os remixes do álbum “Ready to Wake Up”, eu recebi mais de 500 inscrições. Eu acho que a interação é um poderoso conectivo para as pessoas, e eu sempre encorajei esse tipo de relação entre fãs (que ao mesmo tempo são criadores eles mesmos) e os artistas. Qualquer um pode fazer música, vídeos e filmetes com um laptop hoje em dia, então ser capaz de oferecer conteúdo que outros podem remixar ou usar num vídeo é um grande catalisador na comunidade artística. Eu recebo pedidos de, por exemplo, um aluno de faculdade de arte do Japan pedindo para usar uma das minhas músicas em uma animação, ou um fotógrafo de casamentos que quer usar uma canção no seu site — e é maravilhoso ver que essas pessoas estão encontrando minhas músicas e fazendo bom uso delas.

3. Você conseguiu licenciar sua música para vários comerciais e filmes. Como você acha que isso influencia o fluxo de visitas ao seu YouTube e a renda que vem dele?

As visitas/renda do YouTube e o uso da minha música em licenciamentos com certeza estão ligados; minha música “Matter of Time” foi usada em “The Lying Game”, um programa da rede de TV americana ABC. O programa também tem um canal no YouTube, e eles colocam lá todas as músicas que aparecem no programa. Então “Matter of Time” foi repostada no canal de YouTube deles para milhões de fãs ouvirem. Ajuda muito quando uma rede de TV promove o artista que é tocado em cada episódio de um seriado!

4. Quão efetivo é o YouTube como ferramenta que vão levar seus novos fãs a comprar a música em outro lugar (no seu site, no iTunes etc.)?

O YouTube é uma ferramenta extremamente eficiente contanto que os artistas lembrem de postar links para o iTunes, Amazon, CD Baby etc. No campo “basic info”, ou informações básicas, do seu video, mostre onde essa música pode ser achada. Também coloque este link na seção “about” do seu canal. Se você não fizer isso, é tipo deixar dinheiro sobre a mesa e não levar com você. Não perca essa oportunidade!

5. Você tem uma “estratégia de conteúdo” (para usar uma expressão de marqueteiros) quando o assunto é vídeo?

Eu tento colocar um video com a letra de cada música minha, e depois tento fazer uns dois vídeos “oficiais” .Se eu tivesse mais tempo e dinheiro, faria um vídeo oficial de cada canção que lançasse!

6. Como você imagina sua carreira daqui a 2, 3 anos?

Até lá, eu espero ter composto e gravado a música-tema do próximo filme do James Bond. Não estou brincando! Também quero escrever para outros artistas (like Katy Perry, Demi Lovato, Justin Timberlake, etc). Mas, principalmente, quero continuar componto, gravando e lançando meu próprio material, de maneira independente

Para saber mais de Shannon Hurley, confira seu site oficial

—-

E como VOCÊ está usando o YouTube para ganhar dinheiro com sua música? Conte para a gente na seção de comentários, aqui embaixo.

YouTube Guide

Comente

Seus email não será publicado.